Filipe Albuquerque

Filipe Albuquerque vence em Mid Ohio e cimenta a primeira posição no Campeonato Norte Americano de Resistência

Foi uma corrida muito dura aquela que Filipe Albuquerque e Ricky Taylor tiveram hoje em Mid Ohio, terceira jornada do Campeonato Norte Americano de Resistência, mas que culminou com o melhor resultado possível: a vitória. Um corrida disputada até ao cruzar da linha de meta mas que permite aos pilotos do Acura #10 consolidar o primeiro lugar nas contas do Campeonato.

A largar da segunda posição da grelha, Filipe Albuquerque não teve a tarefa facilitada: “No final foi um resultado incrível mas foi muito, muito difícil. Ao contrário dos meus adversários não arranquei para a corrida com pneus novos o que dificultou muito o meu trabalho. O meu ‘stint’ foi muito duro, procurei a todo o custo não perder demasiado terreno e dei tudo o que tinha e não tinha”, começou por referir o piloto português.

Ricky Taylor conseguiu depois recuperar para primeiro, mas nunca conseguiu respirar de alivio, já que a luta pela vitória deu-se até cruzar a linha de meta: “O Ricky fez um trabalho notável. Não só até chegar ao primeiro lugar, mas em conseguir manter a posição depois de sucessivos ataques. Foi uma corrida de ‘sprint’, de nervos e nos limites. Mas, no final, conseguimos o objectivo a que nos propusemos: vencer. E isso deixa-nos muito felizes pois aumentamos a vantagem na liderança do Campeonato. Estamos ainda no início da temporada mas todos os pontos contam para o ojectivo final de chegar ao título”, concluiu o piloto de Coimbra.

A próxima corrida do Campeonato Norte Americano de Resistência acontece a 11 e 12 de Junho em Detroit.

Filipe Albuquerque no segundo lugar da grelha em Mid-Ohio

Teve lugar hoje a sessão de qualificação com vista à terceira corrida do Campeonato Norte Americano de Resistência (IMSA WeatherTech SportsCar Championship). Filipe Albuquerque foi o segundo mais rápido pelo que amanhã largará para a corrida ‘sprint’ de 2 horas e 40 minutos da primeira linha da grelha.

Foi por escassos 0,095 segundos que o piloto português não assegurou o primeiro lugar: “Queria muito fazer a ‘pole’ e confesso que estou um bocadinho frustrado, mas estar na linha da frente é importante para a corrida. Sei que não vou fazer todas as ‘poles’ em todas as corridas mas fiquei próximo e daí esta sensação”, começou por referir o piloto de Coimbra.

Na liderança do Campeonato, Filipe Albuquerque e Ricky Taylor esperam levar o Accura da Wayne Taylor Racing ao primeiro lugar do pódio: “Estamos rápidos e em condições de chegar à vitória. É com esse foco que vamos entrar em pista pois não queremos desperdiçar pontos”, rematou o piloto português.

A corrida terá lugar amanhã, Domingo, a partir das 19.40h e poderá ser acompanhada em imsa.com

Filipe Albuquerque quer segunda vitória da época em Mid-Ohio pontuável para o Campeonato Norte Americano de Resistência

Realiza-se este fim-de-semana a terceira corrida do Campeonato Norte Americano de Resistência (IMSA WeatherTech SportsCar Championship) em Mid-Ohio. Filipe Albuquerque e os seus companheiros de equipa na Wayne Taylor Racing, Ricky Taylor e Alexander Rossi lideram a tabela classificativa e procuram neste confronto mais uma vitória.

Depois de cerca de dois meses de interregno, Filipe está desejoso de se juntar à sua equipa e de voltar a competir em solo americano. Depois da vitória em Daytona na jornada inaugural, na segunda prova Filipe não foi tão feliz e terminou em quarto, pelo que agora o objectivo é regressar às vitórias e consolidar a primeira posição do Campeonato.

“É bom estar de volta aos Estados Unidos onde gosto muito de competir e regressar ao seio da Wayne Taylor Racing que está sempre muito motivada para todas as provas. O circuito de Mid-Ohio ajusta-se bastante ao Accura pelo que acredito vamos estar em posição de lutar pelos primeiros lugares quer na qualificação, quer na corrida. Esta corrida é mais curta, apenas 2h40. Temos de começar na frente, e isso obriga a uma boa qualificação, para estarmos numa boa posição para atingir os nossos objectivos no final da corrida”, começou por referir Filipe Albuquerque.

Os oito pontos de vantagem nas contas do Campeonato são poucos para tão longa temporada: “Temos de vencer e de ganhar ainda mais margem. É nisso que estamos centrados. Não podemos perder pontos porque no final pode fazer a diferença. Sabemos que temos um bom carro e uma equipa motivada. Estão reunidos os ingredientes…”, concluiu o piloto de Coimbra.

A corrida terá lugar no Domingo, 16 de maio com início às 19.40h, hora portuguesa e poderá ser acompanhada em imsa.com

Filipe Albuquerque brilha com vitória em Spa-Francorchamps na primeira jornada do Campeonato do Mundo de Resistência LMP2

Foi mais uma corrida eximia de Filipe Albuquerque e dos seus companheiros de equipa na United Autosports, Phil Hanson e a Fabio Scherer hoje em Spa-Francorchamps. O trio largou da ‘pole position’  e arrecadou a primeira vitória da época na jornada de abertura do Campeonato do Mundo de Resistência LMP2. A melhor forma de começar a temporada quando o objectivo é revalidar o título de 2020.

O fim-de-semana já tinha começado bem, com os pilotos do Oreca #22 sempre a marcar o ritmo e a corrida confirmou tudo isso: um andamento notável do carro e dos três pilotos sempre muito focados na vitória.

Filipe Albuquerque não escondia a felicidade de uma fim-de-semana que considera dos melhores da sua carreira: “Foi uma semana incrível: sistematicamente os mais rápidos desde os treinos livres. Conseguimos a ‘pole’ com meio segundo de avanço e ganhámos a corrida com mais de um minuto de vantagem, liderámos do principio ao fim. Um domínio avassalador. Toda a equipa está de parabéns pelo excelente trabalho. Não poderíamos querer melhor”, começou por explicar o piloto de Coimbra.

Primeira vitória, primeiro lugar no Campeonato: “É muito importante começar com este nível  sobretudo num ano em que o Campeonato está mais competitivo que nunca com pilotos muito rápidos e de renome internacional. Demos hoje o primeiro passo para a meta  que pretendemos atingir: renovar o título mundial”, concluiu Filipe Albuquerque.  

A próxima corrida acontece a 2 junho no Autódromo Internacional do Algarve.

Filipe Albuquerque com a ‘pole position’ em Spa-Francorchamps para o arranque do Campeonato do Mundo de Resistência

Filipe Albuquerque vai arrancar para a primeira corrida do Campeonato do Mundo de Resistência (FIA WEC) da melhor posição da grelha: a ‘pole position’ entre os LMP2. O piloto português e os seus companheiros de equipa na United Autosports, Phil Hanson e a Fabio Scherer foram sempre os mais rápidos nas sessões de treinos livres e confirmaram o excelente andamento ao assegurarem o melhor tempo no treino cronometrado com mais de meio segundo de vantagem para o segundo classificado.

Excelente resultado para o arranque das 6h de Spa-Francorchamps: “Este resultado faz-nos muito bem ao ego, no entanto, em termos de corrida, pode significar pouco, já que temos seis horas pela frente. Mas para nós é muito bom perceber que temos um andamento, para já, superior aos nossos adversários e que isso é uma vantagem incrível. Esperamos que a corrida corra tão bem como tem corrido o desenrolar do fim-de-semana”, começou por referir o piloto de Coimbra.

O objectivo para a corrida: “É vencer! Somos os Campeões em título e queremos revalidar essa posição e para isso são precisamos de vitórias. É com isso em mente que vamos entrar em pista”, concluiu Filipe Albuquerque.

Amanhã, a corrida começa pelas 12.30h e pode ser acompanhada em fiawec.com

Filipe Albuquerque preparado para dar início ao Campeonato do Mundo de Resistência

Depois do título de Campeão do Mundo de Resistência LMP2 em 2020, Filipe Albuquerque estará de novo à partida do Campeonato com a United Autosports e Phil Hanson como companheiro de equipa. A temporada arranca já na próxima semana com a realização do ‘Prologue’ nos dias 26 e 27 de abril e depois a 1 de maio o primeiro confronto  no emblemático circuito belga de Spa-Francorchamps.

Filipe encara esta nova época com o optimismo habitual de um campeão do mundo: “Em equipa que vence não se mexe. Queremos este ano repetir os feitos do ano passado pese embora saibamos que esta época tudo será diferente. A regulamentação mudou, vamos passar a usar pneus Goodyear, há muitos pilotos novos no campeonato e isso muda tudo. Será um ano diferente que requer alguma adaptação. Mas, temos uma equipa muito boa, motivada e um carro que já provou ser vencedor”, começou por referir o piloto de Coimbra.

Os dois dias do ‘Prologue’ serão por isso determinantes: “Vamos testar tudo o que pudermos para chegarmos à corrida o melhor preparados possível. O circuito de Spa é sempre muito especial e exigente. Requer um trabalho afincado para além de que as condições atmosféricas mudam de hora a hora e baralham tudo. Vai ser um desafio enorme mas eu gosto de desafios e estou confiante que as coisas vão correr bem”, concluiu Filipe Albuquerque.

Todas as informações sobre o Campeonato podem ser consultadas em www.fiawec.com

Filipe Albuquerque recebeu Voto de Congratulação da Assembleia da República

Filipe Albuquerque recebeu ontem, na Assembleia da República o Voto de Congratulação pelos feitos conseguidos ao longo da sua carreira desportiva, mas sobretudo pelas recentes conquistas: o título de Campeão do Mundo de Resistência LMP2, de Campeão do European Le Mans Series, da vitória nas 24h de Le Mans na categoria LMP2 e ainda pela recente vitória nas 24h de Daytona.

A iniciativa foi aprovada por unanimidade em sessão plenária que foi apresentada pela comissão parlamentar de Educação, Ciência, Juventude e Desporto. Filipe Albuquerque esteve presente no decorrer da sessão, a assistir nas galerias e depois da aprovação foi aplaudido por todos os deputados presentes.

No final, Filipe não escondia o orgulho: “Ver o nosso trabalho reconhecido por unanimidade na Assembleia da República deixa-me muito feliz. Todo o esforço, trabalho e empenho deram os seus frutos. Só posso estar agradecido e dizer que vou continuar a dar o meu melhor para elevar o nome de Portugal pelo mundo fora”.

Filipe Albuquerque terminou em quarto em Sebring

As 12h de Sebring, segunda prova do Campeonato Norte Americano de Resistência foram uma verdadeira loucura para Filipe Albuquerque e os seus companheiros de equipa na Wayne Taylor Racing. A sair da primeira linha da grelha e com o Accura #10 com uma boa performance, tudo indicava que a vitória seria um resultado possível. No entanto, alguns percalços: duas penalizações e problemas de arrefecimento do motor não permitiram chegar ao lugar mais alto do pódio. Filipe Albuquerque, Ricky Taylor e Alexander Rossi cruzaram a linha de meta no quarto posto.

As 12h de Sebring são conhecidas pelas suas corridas impróprias e esta não foi excepção. A quantidade de incidentes e de troca de líderes mostrou isso mesmo. E ainda não foi desta que Filipe conseguiu a tão desejada vitória na segunda corrida mais importante do Campeonato Norte Americano: “Que corrida. Muita coisa aconteceu. Estávamos desde o início com um bom andamento, mas depois levámos uma penalização por infração nas boxes. Caímos posições mas voltámos a recuperar. Depois estávamos em segundo e acabei por dar um toque num dos GT. Levámos mais uma penalização. Mas voltámos a recuperar até à liderança. Mas o carro começou com problemas de arrefecimento do motor e ficámos drasticamente mais lentos e fomos perdendo terreno. Limitámo-nos a levar o carro até ao fim e a assegurar o maior número de pontos possível. No meio disto tudo o quarto lugar foi um óptimo resultado”, explicou Filipe Albuquerque.

O objectivo de subir ao lugar mais alto do pódio ficou adiado: “Ainda não foi desta! Mas tenho a certeza que o dia chegará. Apesar de tudo o quarto lugar foi um óptimo resultado em termos de campeonato. Não nos podemos esquecer que o nosso principal objectivo é o título“, rematou o piloto português.

A próxima prova do IMSA será a 13 e 14 de Maio em Mid-Ohio.

Primeira linha da grelha para Filipe Albuquerque em Sebring

Teve lugar esta tarde a sessão de qualificação para as 12h de Sebring, segunda prova do Campeonato Norte Americano de Resistência, com Filipe Albuquerque e os seus companheiros de equipa na Wayne Taylor Racing, Ricky Taylor e Alexander Rossi a asseguraram a primeira linha da grelha com a segunda posição.

O trio do Accura #10 trabalhou bastante nos treinos livres para conseguirem ficar a apenas 0,110s da ‘pole position’: “Coube ao Ricky a tarefa de realizar o cronometrado. Nos treinos não estávamos tão rápidos como desejaríamos, mas as coisas melhoraram bastante e o Ricky fez uma volta notável para conseguir este resultado. Está de parabéns”, começou por referir Filipe Albuquerque.

A corrida que começa amanhã pelas 14.10h, hora portuguesa, terá 12h de duração pelo que a posição na grelha não é determinante: “Mas é sempre importante. Quanto mais à frente melhor. Depois do resultado de hoje os nossos objectivos mantém-se inalteráveis: vencer a corrida e cimentar a primeira posição nas contas do campeonato. Vamos ver o que a corrida nos reserva amanhã”, concluiu o piloto de Coimbra que ambiciona somar ao seu palmarés a vitória nesta prova que lhe tem escapado nos últimos ano.

A corrida pode ser acompanhada em directo em: https://www.imsa.com/tvlive/

Filipe Albuquerque com objectivo vitória para Sebring

Realiza-se este fim-de-semana de 19 e 20 de Março, a segunda corrida do Campeonato Norte Americano de Resistência (IMSA Weather Tech SportsCar Championship), as 12h de Sebring. Filipe Albuquerque, depois da vitória nas 24h de Daytona com a sua nova equipa, a Wayne Taylor Racing, está focado em conseguir a vitória que lhe tem escapado nos últimos anos.

Depois dos testes realizados na particular pista de Sebring, o piloto de Coimbra está optimista e até desejoso de entrar em pista: “É sempre uma corrida muito exigente e desafiante. O asfalto, com muitos buracos, coloca à prova as capacidades dos pilotos e das máquinas. Sabemos que temos um bom carro e a prova disso foi a vitória em Daytona. Mas não podemos dar nada como certo. Temos de fazer o nosso trabalho bem pois são 12h e tudo pode acontecer”, começou por dizer.

Apesar de ciente das dificuldades próprias das corridas de resistência, Filipe ambiciona chegar à vitória: “Nunca venci esta corrida e claro que gostava de o conseguir. Seria mais um marco importante na minha carreira. Estamos todos na equipa muito focados e preparados. Analisámos e trabalhámos os dados recolhidos no teste. Por isso, não há nada a temer mas simplesmente fazer o trabalho bem”, concluiu Filipe optmista para mais um confronto.

A corrida terá lugar no próximo Sábado, dia 20 de Março, com arranque previsto para as 14.10h, hora portuguesa. A prova pode ser acompanhada em https://www.imsa.com/tvlive/